Go to Top

Laboratório clandestino de suplementos e remédios é fechado em Vila Velha, ES

Um laboratório clandestino de remédios e suplementos foi descoberto e fechado pela polícia na manhã desta terça-feira (28), em Vila Velha, no Espírito Santo. Segundo a polícia, a produção ilegal abastecia lojas e farmácias da Grande Vitória. Uma pessoa foi presa e vai responder por falsificação de produtos medicinais e terapêuticos.

O laboratório ficava no bairro Divino Espírito Santo e funcionava há cerca de quatro anos. Após receber diversas denúncias anônimas, a polícia realizou campanas no local e conseguiu flagrar, nesta manhã (28), a venda dos produtos falsificados.

“Entramos nesse laboratório clandestino e verificamos uma quantidade enorme de medicamentos, frascos, produtos, rótulos. Nós estimamos em cerca de meia tonelada apreendida. E o que chamou nossa atenção foi a total falta de higiene, tudo muito sujo, no chão”, detalhou a delegada Rhaiana Bremenkamp.

O homem preso na operação confessou que fabricava e vendia os produtos mesmo sem ter autorização, registro ou conhecimento acerca de vigilância sanitária.

“A partir do momento que ele mistura coisas sem ser farmacêutico, ele não sabe a dosagem, não sabe o que está misturando, ele coloca em risco a vida da população que consome esses remédios”, enfatizou a delegada.

O coordenador do Conselho Regional de Farmácia, Gentil André, destacou a gravidade da falta de um profissional farmacêutico. “Nós não sabemos qual é a procedência desse material, se esse material de fato tem os princípios ativos que estão no rótulo, quais são as concentrações, que não foram identificadas no rótulo, e a fórmula farmacêutica”, disse.

Ainda de acordo com a delegada, os produtos abasteciam lojas de academias, comércios na Vila Rubim e, possivelmente, farmácias da Grande Vitória. A polícia vai continuar investigando a participação de outras pessoas na fabricação clandestina, bem como as lojas e farmácias que compraram os medicamentos legais.

O suspeito preso foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

 

Fonte: Portal G1

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *